Livros resenha

Resenha do livro “Mindset” de Carol Dweck

O jeito com que encaramos a vida, que também é chamado de "mindset", é crucial para o sucesso. Neste livro a autora Carol Dweck dá diversos exemplos sobre como nossa mentalidade altera nossos resultados.

Mindset – A nova psicologia do sucesso

AutorDra. Carol Dweck
OrigemEstados Unidos
Ano2007
Nota no GoodReads4.07/5.00
Nota do Aprendiz Moderno9/10
Ficha Técnica

Você sabe o que significa heurística?

Esta palavra tem vários significados, mas meu preferido é: heurística é a ciência do descobrimento.

É o processo de tentativa e erro que pode e deve fazer parte das nossas vidas, pois é assim que o ser humano aprende. Os nossos erros nos ajudam a aprender e melhorar.

Porém, para alguns é um processo doloroso, pois a falha se torna parte da pessoa. Já para outros é um processo de descoberta como a curiosidade de uma criança ao explorar uma atividade pela primeira vez.

Este livro explica a diferença entre os dois tipos de pessoas. E mostra como tudo é uma questão de com qual ângulo estamos observando a vida. O jeito como lidamos com as nossas falhas guia boa parte da nossa vida (se não ela inteira).

E tudo é uma questão de mindset.

Abaixo listo meu top 5 pontos do livro. Posso te dizer que foi difícil escolher apenas cinco.

1. Mindset – o que significa esta palavra?

Mindset pode ser traduzido do Inglês como mentalidade. Hoje em dia, é uma palavra muito utilizada pelos faria limers. Mas tem um significado bem profundo mesmo assim.

Mindset é o jeito como encaramos a vida.

A Dra. Carol estudou por mais de 30 anos como as pessoas encaram os problemas da vida. A mentalidade com a qual você encara situações pode não só definir seu sucesso como também sua personalidade.

E ela diz que existem dois tipos de mentalidade: mentalidade fixa (Fixed Mindset) ou mentalidade de crescimento (Growth Mindset).

Após estudar diversos tipos de pessoas desde crianças até CEOs, ela chegou à conclusão de que podemos separar todas as pessoas nestes dois grupos.

Mentalidade fixa (Fixed Mindset)

Pessoas com a mentalidade fixa acreditam que:

  • Pessoas nascem com dons/habilidades e eles nunca mudam.
  • Para saber desenhar/tocar piano/escrever um livro você tem que ter o dom.
  • Seus genes (sua genética) te definem como você é. Para sempre.
  • Suas qualidades são permanentes e nunca mudam.
  • Falhar é errar e isso é algo que devemos evitar ao máximo.
  • Existe amor à primeira vista e isto define o relacionamento já que ele nunca muda.
  • Uma pessoa pode ser mais inteligente que outra.
  • Atletas são geneticamente superiores aos outros já que eles conseguem fazer coisas que pessoas “normais” não conseguiriam.

Mentalidade de crescimento (Growth Mindset)

Já as pessoas com a mentalidade de crescimento acreditam em:

  • Pessoas nascem com maior ou menor interesse pelas coisas.
  • Para saber desenhar/tocar piano/escrever você tem que praticar e para praticar muito você tem que ter interesse no que faz.
  • Seus genes podem te definir fisicamente, mas o mundo ao seu redor e como você interpreta ele é o que te define como pessoa.
  • Suas qualidades variam conforme você envelhece e aprende coisas novas
  • Falhar é uma oportunidade para aprender e um desafio a ser superado então devemos sempre buscar a falha.
  • Existe amor à primeira vista e isso é só um indicativo já que as pessoas mudam ao longo dos anos e um relacionamento também muda junto com as pessoas que estão nele.
  • Uma pessoa pode ser melhor que a outra em um determinado tópico se ela se dedicar mais. Afinal existem vários tipos de inteligência.
  • Atletas são pessoas que se dedicaram mais tempo (MUITO mais tempo) em se desenvolver em um certo esporte do que os outros e assim conseguem atingir feitos incríveis.

Os comentários foram meio exagerados, mas a ideia é mostrar a diferença clara entre pessoas com mentalidade fixa vs. mentalidade de crescimento.

Um tipo não acredita que as pessoas mudam e outro acredita que estamos mudando constantemente.

2. Os mindsets mudam o significado da palavra fracasso.

De acordo com a autora, em um mindset fixo, o fracasso passa de um fato (eu fracassei neste momento) para uma identidade (eu sou um fracassado).

Para muitas pessoas fracassar tem um peso enorme, pois torna quem você é. Para outras, fracassar é uma oportunidade para aprender.

Convenhamos ninguém gosta de perder.

No entanto, alguns veem isso como um desafio a ser superado (mindset de crescimento) enquanto outros (mindset fixo) veem como uma derrota ou uma barreira (este é meu limite, não consigo ir além deste ponto, etc.).

Como você reagiria a uma nota baixa?

Em um exemplo do livro, a autora descreve um estudo no qual foi perguntado aos alunos de uma escola como eles reagiriam a uma nota baixa em uma prova numa matéria nova, por exemplo quando você está no oitavo ano e começa a ter aulas de física ou química.

A pesquisa mostrou dois tipos de pessoa (ah vá):

Um grupo disse que se recebesse nota baixa iria estudar mais para a prova seguinte.

Outro grupo disse que iria estudar menos da matéria.

Aí você se pergunta, como assim estudar menos? Sim, pois se não levavam jeito para a matéria, logo para que perder tempo…

Fica claro como apenas mudando a mentalidade podemos tornar um fracasso em um desafio ou apenas em uma barreira.

Agora imagina isso levado por anos. O primeiro grupo (mindset de crescimento) ia estudar mais e mais até as notas começarem a melhorar.

Já o segundo grupo (mindset fixo) ia estudar menos. E como podemos imaginar, as notas iriam ladeira abaixo. E quanto menos você estuda mais você reafirma a si mesmo que aquilo não é pra você.

Portanto, uma das maiores lições deste livro é o fato de que observar os fracassos com a mentalidade certa pode realmente afetar seus resultados.

3. Perguntas e respostas sobre mindset

Nesta seção ela responde às perguntas que pessoas podem ter. Abaixo listo um resuminho:

Qual o problema de se ter um mindset fixo (acreditar que seu talento nasce com você) se você é bem sucedido e já alcançou seu sucesso?

O problema deste tipo de mentalidade é que o mundo não fica parado, né?

Todo dia algo novo aparece em nossas vidas.

Rapidamente, pessoas com essa mentalidade vão se deparar com situações mais desafiadoras e aí é que se separam os dois grupos: um grupo acha que o desafio tem que ser superado, enquanto o outro acha que o desafio significa que o talento (aquele nasce com você) não é suficiente para superar a barreira.

Qual mentalidade eu tenho? As vezes acho que tenho um pouco dos dois.

Na verdade, não existe certo ou errado, nós temos os dois tipos ao longo de nossas vidas em aspectos diversos.

Por exemplo, sempre achei que habilidades técnicas eram algo que as pessoas se desenvolviam caso se dedicassem tempo suficiente.

Por outro lado, achava que habilidades artísticas como desenhar necessitavam um certo dom para a coisa.

E na verdade não é bem assim, como mostra o exemplo abaixo onde em apenas 5 dias de curso as pessoas conseguiram desenhar autorretratos MUITO melhores:

Dra. Dweck conta o experimento que a autora Betty Edward promoveu onde pessoas passaram por um curso de desenho de apenas cinco dias e o antes/depois do curso você consegue ver nos autorretratos acima. Desenhar não é dom, é prática. – Fonte: Livro Mindset

Dá para mudar um mindset de uma pessoa?

Segundo a autora, o mindset é uma parte importante da personalidade.

No entanto, conseguimos mudar sim. E o truque é bem fácil.

Simplesmente tomando consciência da existência dos dois tipos você já consegue observar eles na sua atitude. Por exemplo, quando eu achando que desenhar era algo que você nascia sabendo.

Então para eu ser bem sucedido preciso ter um mindset de crescimento?

Resposta da autora: “Não, eu apenas utilizo exemplos de pessoas bem sucedidas a fim de demonstrar até onde conseguimos ir com o mindset de crescimento – acreditar que os talentos podem ser desenvolvidos (mesmo se você não nascer com eles) permite que as pessoas realizem seu potencial.

4. Esportes – o mindset de um campeão

Foto por Pexels

Recomendo muito ler esse capítulo se você é um atleta amador ou é apaixonado por algum esporte seja ele futebol, skate, basquete ou musculação.

Neste capítulo, a autora descreve a história de diversos times campeões e como os grandes atletas lidam com a motivação para superar barreiras muitas vezes impossíveis.

A mensagem é clara: os atletas com a mentalidade de crescimento encontram sucesso na derrota, não só na vitória.

Quanto melhor você conseguir colocar na sua cabeça que a derrota é um desafio para ser superado e não um fracasso total mais sucesso irá ter.

Gostamos de pensar em nossos campeões e ídolos como super-heróis, que nasceram diferentes de nós. Não gostamos de pensar neles como pessoas relativamente comuns que se tornaram extraordinárias por seu esforço.

Dra. Carol Dweck

5. Relacionamentos: mindsets apaixonados (ou não)

Este capítulo fala de como o jeito das pessoas de encarar a vida pode afetar positivamente ou negativamente o relacionamento entre duas pessoas.

No mindset fixo o ideal é a compatibilidade instantânea. É achar que o amor à primeira vista é o que determina o sucesso do relacionamento. É achar que as pessoas vão ser a mesmas pelos próximos 30 anos.

Por outro lado, para uma pessoa com mindset de crescimento, todas as coisas tem capacidade de crescer e mudar inclusive a pessoa, seu parceiro e o relacionamento como um todo. Logo, você precisa se esforçar para manter uma relação viva enquanto no mindset fixo se o relacionamento não está funcionando é “porque era para ser assim mesmo”.

Resumi bem aqui, mas ela dá vários exemplos inclusive sobre seu próprio casamento com seu marido.

Sobre a Autora

Dra. Carol S. Dweck – Fonte: WUR

Dra. Carol Dweck (76 anos) é professora de psicologia na universidade de Stanford nos EUA e mora em Palo Alto, Califórnia (EUA).

Ela é considerada uma das maiores pesquisadoras do mundo nas áreas de pesquisa sobre personalidade, psicologia social e desenvolvimento psicológico.

Conclusão

Estes foram cinco pontos que mais me chamaram a atenção no livro. E pode ter certeza que deixei muitos pontos importantes de fora. Por isso recomendo (e muito) ler este livro.

É um livro sobre um tópico que considero avançado, mas escrito de uma maneira bem tranquila de ler.

Pode ter certeza absoluta que você não irá se arrepender de comprar esse livro. Muitas pessoas não estão acostumadas a ler livros de crescimento pessoal (ou ler livros de modo geral) então se achar a leitura “chata” por qualquer motivo peço que dê a ele pelo menos duas ou três chances.

Pular capítulos que não te interessam pode ser uma ótima ideia para conseguir chegar até o final do livro sem largar.

Se você não trabalha no mundo corporativo talvez o capítulo sobre negócios seja meio maçante, então pode pular sem medo. Embora a parte sobre liderança aplica-se a todo mundo.

Vir a ser é melhor do que ser

Dra. Carol Dweck

A parte sobre relacionamentos é bem interessante também. Enfim, deixe sua curiosidade te guiar por essa leitura maravilhosa.

DESAFIO: desafio você a ler os capítulos 1,2,3 e 8 em duas semanas a partir do momento que o livro chegar na sua casa (ou no seu e-book).

Comente aqui embaixo o que achou deste review!

Clique ao lado para ir ao site da Amazon Brasil comprar o seu!

5 comentários em “Resenha do livro “Mindset” de Carol Dweck

  1. Excelente texto!! Fiquei com vontade de ler o livro. Um novo contexto de mentalidade q aprendi.
    Márcia 😘😘

    Curtido por 1 pessoa

  2. Eduardo Feitosa Ramos

    Nossa muito bom o conteúdo da matéria de uma forma simples e objetiva mostrando que tudo pode ser enquadrado de uma maneira bem sólida desde de que se tenha objetivo é força de vontade….Bem massa ….Parabéns…Show…Show…Show..
    👏👏👏👏👏👏

    Curtido por 1 pessoa

  3. Eduardo Feitosa Ramos

    Muito bom o conteúdo da matéria, de uma forma simples e objetiva a onde tudo pode ser concretizado os objetivos quando se tem determinação e nem sempre o fracasso é sinônimo de derrota Show, show, show….adorei…..Muito massa 👏👏👏👏

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: